Monthly Archives: January 2015

Filmes da Moça

Chore rios: Uma Prova de Amor

my_sisters_keeper_image26

Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que Kate (Sofia Vassilieva), sua filha, tem leucemia e possui poucos anos de vida. O médico sugere aos pais que tentem um procedimento médico ortodoxo, gerando um filho de proveta que seja um doador compatível com Kate. Disposto a tudo para salvar a filha, eles aceitam a proposta. Assim nasce Anna (Abigail Breslin), que logo ao nascer doa sangue de seu cordão umbilical para a irmã. Anos depois, os médicos decidem fazer um transplante de medula de Anna para Kate. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo. Para defendê-la ela contrata Campbell Alexander (Alec Baldwin), um advogado que cuidará de seus interesses.

 

Baseado no livro A Guardiã da Minha Irmã, o filme Uma Prova de Amor tem um elenco de muitos nomes famosos: Cameron Diaz, Joan Cusack, Alec Baldwin e Abigail Breslin em alguns dos papéis principais. Vou contar: chorei pra ca****. Na metade do filme já estava com lágrimas nos olhos e assoando o nariz. Minha mãe ficou espantada por eu ter chorado tanto. Continue reading

Músicas da MoçaTOP 100: Músicas que eu nunca paro de ouvir – Parte 4

tumblr_mgmshoFCW81rrpm57o1_1280

A maior parte da minha lista de favoritos já foi. Boa parte das músicas que são incondicionalmente amadas por mim já foram nas três partes anteriores. Continuando a misturar as datas, algumas músicas que estão nessa parte são muito (tipo, muito mesmooo) recentes. Porém já carregam um lugar enorme em meu coração.

Continue reading

Músicas da MoçaReview: “1989” de Taylor Swift

ST

Um álbum cheio de polaroides só para eu ficar ainda mais maluca por este tipo de foto! <3

Já disse aqui que não era a maior fã de Taylor Swift. Mas fui finalmente conquistada pela era 1989. Achei o trabalho do CD muito bem feito e interessante. Apesar da demora, a ideia de fazer uma resenha do álbum rodava em minha mente a tempos.

Sendo encarado como o debut experimental de Taylor no pop, no álbum  ela fincou os dois pés no gênero e sambou na cara dos haters. RED já tinha tons pop misturados ao violão, apenas os desavisados devem achar que I Knew You Were Trouble era country, pelo amor de Deus… Continue reading

20140216-221227.jpgCastelo no MIS: A diversão e a tragédia

foto-castelo-ratimbum

Essa foto estava no quarto do Nino. A coisa mais linda de se ver de perto <3

Quando o pessoal daqui de casa soube que fariam uma exposição para comemorar os 20 anos do Castelo Rá-Tim-Bum, ficamos extasiados. Castelo é uma das nossas melhores lembranças de infância. Para minha mãe, uma ex-educadora, ele é pedagogicamente perfeito sem ser chato.

A ideia de uma família de feiticeiros morar no meio de São Paulo é encantadora. A criança da família ter 300 anos, também. Cada quadro da série foi pensada de maneira especial em todos os aspectos. Canto várias músicas até hoje em casa. Continue reading

Filmes da Moça“Será Que?” esse filme é bom?

74611

Fiquei fazendo essa pergunta o filme inteiro…

Wallace (Daniel Radcliffe) está sozinho há um ano, após terminar com a namorada depois de vê-la com outro homem. Encerrado o período de luto pelo fim do relacionamento, ele acredita que é hora de seguir em frente. Um dia, em uma festa organizada pelo melhor amigo Allan (Adam Driver), ele conhece Chantry (Zoe Kazan), a prima dele. Não demora muito para que o papo entre eles flua naturalmente e Wallace se ofereça para levá-la até em casa. Mas, ao chegar, ele descobre que Chantry tem um namorado, Ben (Rafe Spall), o que o desanima. Dias depois, Wallace e Chantry se reencontram por acaso e, após uma rápida conversa, decidem ser apenas amigos. A partir de então, eles andam juntos por tudo quanto é canto, apesar de Wallace nutrir um sentimento romântico por ela.

Acho que esse é o primeiro filme que eu assisto em que Daniel Radcliffe não é o Harry Potter (<3), e, que fique claro, ele não me decepcionou, já que não esperava grande coisa dele. O filme em si me decepcionou. Prometendo ser uma versão moderna de “Harry & Sally” (que eu não vi, então não posso comparar), achei que o filme é fraco. Sem muito o que tirar de lição, de boas frases ou até mesmo de entretenimento.

Continue reading

Listas da Moca

Resoluções (talvez) sinceras para 2015

to-do-list-162613

O que eu planejo fazer esse ano

2014 foi um ano de merda na reta final, mas foi um ano importante para mim como pessoa. Não tenho costume de fazer promessas de ano novo, porque eu sei que nunca vou cumprir.

Mas sim, tenho algumas metas em mente para que 2015 não seja tão zoado quanto seu antecessor. Segue lista:

Resoluções (talvez) sinceras para o ano que são melhor que simplesmente “perder peso”

Continue reading

Listas da Moca

Balanço Anual: Coisas que eu fiz (ou não) em 2014

 sl1

Com a chegada do fim de 2014, resolvi fazer esse balanço sobre o ano de 2014. Para efeito de registro , eu comecei essa lista em outubro e editei várias vezes desde então.

Percebi que fiz acertos e erros. Alguns erros foram mancadas minhas, em alguns eu assumo metade da culpa. E em outros, nem sei que culpa eu tive na história. A vida segue.

Foi um ano interessante. Comecei a realmente perceber a importância de me colocar em primeiro lugar e a crescer. Algumas coisas da minha personalidade são bem infantis, e cara; To crescendo. Ainda tenho uns bons dois anos para resolver essas coisas. Pelo menos eu to admitindo. Bjs pro recalque.

Acho que o crescimento acontece quando você começa a fazer coisas que não quer fazer e aceita isso como parte da vida. Termina relacionamentos de qualquer tipo (amoroso, profissional e amizades) por que eles não tem mais nada a te acrescentar e não sofre tanto por isso.

Fiz 20 anos e resolvi levar mais a sério o que li uma vez. Os 20 são os anos egoístas. Não tenho nada que me prenda em lugar algum e não vou me deixar ser confinada em situações ruins. Continue reading